[GUIA] Como Vender na Internet para Iniciantes

Você está escutando isso por aí: Seu negócio já está na internet? Você já está vendendo na internet? Você atende pelo Faice?

Você sente que precisa de um site, vender usando o Facebook, vender usando o Instagram… Mas não sabe por onde começar.

Se alguém fala de e-commerce, de site... você não faz a menor ideia por onde começar…

Você tem medo de que alguém te passar a perna.

Você decide tomar uma iniciativa.

Você então vai procurar no Google como funciona isso de “vendas pela internet”.

Talvez o Google te mostra os resultados, com um mapinha e umas empresas perto de você.

Você pode esbarrar com três tipos diferentes de empresas.

1- AGÊNCIA FEIPA

Você liga para eles. A pessoa te atende de um jeito meio matuto.

Você pergunta sobre vender usando o Facebook, e escuta:

-Sim, sim, aqui agente faiz Facebook sim.

Você diz que não tem muita ideia de onde começar.

-Pode deixar que aqui a gente faz tudo. Agente tem um esquema aqui que resolve tudo.

-Como assim?

-Aqui é sem problema. Agente faz um esquema no Facebook e traz um monte de seguidor.

-Tudo bem, vou telefonar para outras pessoas também..

-Não não, espera. Você tem cartão de visita?

-Sim, eu...

-Então eu faço Facebook e Cartão de visita baratinho pro senhor.

-Sim, certo. É que vou ver outra opinião...

-Não não, eu faço desconto pro senhor, como primeira vez. Resolvo tudo pro senhor.

-Sim, perfeito, entendi. Só que...

-Não não não, eu faço Facebook pro senhor, Cartão de Visita e 3 mil panfletos bem baratinho.

Ué? Pra que todo esse desespero?

Você desliga.

2- AGÊNCIA BL

Você liga para mais uma. Atende um jovem, animado e energético:

-Hello, preparado para entrar na era digital?

-Na verdade não, é a primeira vez que vou tentar vender usando a internet.

-Tudo bem, vou fazer uma rápida explicação. Usando Conceitos de Search Engenie Optimization atraímos leads qualificados de Social media para um processo de inbound marketing, que vai qualificar leads orgânicos com alta eficiência...

Então você tira o celular do ouvido, porque você quer ter certeza que não discou para o Japão.

-... É assim que seu negócio vai converter mais na internet. Convertendo Cold Leads em contatos qualificados e de alta conversão…

Que que esse cara tá falando??? Seria melhor conversar com uma capivara. Ou ler uma sopa de letrinhas.

-Ah..sei...Escuta, vou ver em outras agências também.

-Pode confiar, aqui usamos a mais inovadora tecnologia da nuvem, na mais alta segurança SSL, com encriptação de 256bytes e com o conforto...
Você tem certeza que não discou para a Grécia, ou para outro país qualquer, mas não sabe o que o rapaz estava falando.

3- AGÊNCIA G77G

Uma secretária atende.

-Agência G77G. Estamos prontos para servir a sua empresa.

-Opa, agora sim.

-Qual a demanda que podemos atender o seu negócio?

-Quero vender pela internet...

-Um momento, vou transferir para o setor adequado.

Toca uma música boa na espera, dá aquela sensação de que “Agora vai”.

-Boa tarde, aqui quem fala é o gestor de relações públicas e comunicações para empresas.

Eita, lascou! O gestor pergunta sobre sua estratégia atual de mídia social.

Você não tem.

-Quais os indicativos da sua empresa gostaria de atingir?

Você não sabe dizer…

-Quais os objetivos de expansão da sua marca?

Você não quer exatamente isso.

-Sinto muito, mas nossa agência tem o foco de promover a expansão das marcas de nossos clientes no ambiente online. Recomendamos que procure nossas concorrentes.

Ué?

MAS QUE RAIOS ISSO SIGNIFICA?

FEIPA, é a agência FEIPACAR#IO.

Geralmente é só uma pessoa que fez um curso, aprendeu a usar o Corel Draw e acha que sabe fazer o serviço.

Esse é o iniciante de tudo, que descobriu “um esquema” para pegar tudo na internet semi-pronto.

Você não vai ter muitos resultados com ela, por mais boa vontade e preço baixo.

O que ele faz é imagens para o Facebook e depois postar mais imagens no Facebook, depois Repostar nas outras Redes Sociais… sem parar...

Nada disso ajuda nas vendas pela internet.

BL é a agência BEM LEGAL.

Uns garotos que acabaram de sair da faculdade pegaram dinheiro emprestado de toda parte, compraram móveis coloridos, grama sintética e alugaram uma sala no centro da cidade.

Quanto mais jargão eles falarem, mais eles mostram que não sabem o que fazer de verdade.

A conta de Luz não se paga usando Lead Qualificado, e conta de água não se paga com likes.

Porém, é só isso o que eles sabem falar para você.
(Na verdade essa agência existe apenas para mostrar aos pais deles que o dinheiro da faculdade não foi todo perdido)

Vai demorar muito para você vender pela internet com o serviço deles.

G77G É uma agência mesmo.

Essas são as campeãs mesmo, porque fazem o trabalho dar muito resultado.

Sempre que parece difícil falar com uma grande agência, quer dizer que eles já tem um portfólio, um "clubinho" de clientes deles.

Para fazer parte do clube, terá que pagar caro. Mas beeem caro mesmo…

Afinal, uma agência desse tipo atende empresas de 5 mil funcionários, por exemplo.

Se eles te ignoram, ou falam difícil, calma, não leve a mau.


AFINAL DE CONTAS, O QUE EU PRECISO PARA VENDER USANDO A INTERNET?

UM GUIA RÁPIDO PARA FUGIR DE ARMADILHAS

  • Se você está querendo cortar caminho, e usar os serviços de uma agência, leia até o final. 
  • E se você não vai, leia também, para não ficar para sempre procurando no Google o que fazer. 

1) ENCONTRE ALGUÉM QUE TE ENSINE O QUE FAZER

  • Um médico tem que te explicar sobre uma cirurgia, mostrando raio-x e exames. 
  • Um engenheiro tem que explicar sobre a obra, mostrando a planta baixa. 
  • Um advogado tem que discutir com você sobre os seus direitos, mostrando as leis. 

Por mais que você não entenda tudo, um profissional tem que te explicar o que ele vai fazer, correto?

Uma agência tem que explicar para você o passo a passo, e te deixar seguro que o método que eles vão usar é bom e que isso vai aumentar as suas vendas.

Afinal de contas, uma agência vai vender seu produto para você usando a internet.

Uma agência de publicidade vai ser um “funcionário virtual”.

Ela será uma espécie de “vendedor virtual” do seu produto, e nada menos que isso.

Ela não vai estar presente fisicamente no seu negócio, porém vai vender como se estivesse.

Exatamente pela agência não estar todo dia perto de você, ela tem que explicar o que vai fazer.

2) ESQUEÇA OS MILHÕES DE SEGUIDORES

-Sua empresa vai aparecer para um público de 100 mil pessoas.

Essa frase não passa de uma grande bobagem.

Se aparecer fosse realmente importante, qualquer carrinho de cachorro-quente em frente ao estádio do Pacaembu seria rebocada por uma Ferrari.

Milhares de pessoas passam na frente do Pacaembu em dia de jogo.

Ter 100 mil pessoas olhando qualquer coisa sua SEM COMPRAR dá em nada.

Seja na internet ou na loja real, queremos saber das VENDAS.

Apenas as centenas que fazem fila e compram cachorro-quente contam para o vendedor no final do mês.

A mesma coisa com seu negócio.

O que a agência de publicidade precisa fazer é ajudar a vender o seu produto na internet.

De primeira, esqueça se vai aparecer, divulgar, atrair, se é orgânico ou transgênico.

FOCO NAS VENDAS. Aluguel se paga com as VENDAS. Boleto se paga com VENDAS. Correto?

Parece que é inédito, pois tudo que se vê é repetição do mesmo bla bla bla e jargão inútil.

(Infelizmente) A primeira missão do seu negócio não é ser famoso, e sim fechar a conta no fim do mês.

Se você quer mesmo vender na internet, o principal foco devem ser as vendas, PONTO.

3) SAIBA QUAL A ESPECIALIDADE DA AGÊNCIA

  • Se você tem uma pizzaria, e o portfólio da agência só tem dentista, ela não é recomendada; 
  • Se por outro lado, tem pizzaria, hotel, esteticista... Então eles sabem atender mais de um foco; 
  • Se o portfólio for todo do ramo de restauração, e você um deles, missão cumprida; 

Quando você encontra uma agência de publicidade que tem um único foco, acertou no bingo.

Uma agência assim faz um serviço bom para o seu negócio vender pela internet.

Se uma pessoa não fala do mesmo assunto que você, não adianta que não vai sair conversa.

Um Exemplo: Lembra daquela festa, que você tentava falar, e a outra pessoa não sabia nada.

Então ela tentou falar e você não sabia do que ela estava falando? Os dois com cara de tacho...

Se a agência não sabe falar do seu assunto, ela não vai vender seu produto corretamente.

(E ainda deixa sua empresa com cara de tacho na internet)

No restaurante olhamos o cardápio, numa agência olhamos o portfólio.

O portfólio é onde a agência de publicidade reúne trabalhos anteriores e vai te servir como referência.

Quando uma agência pega o seu ritmo, ela vende muito….muuuuito mesmo….

Igual a qualquer funcionário, que leva uns dias para pegar o ritmo, correto?

Agora, nem tudo é desastre. Se a agência fala de muitos assuntos, pode ser bom sim.
Provavelmente é uma agência que tem mais de um funcionário, com uma cabeça cuidando de cada assunto.

(Se não for assim, é roubada.)

Aliás….

4) ENCONTRE UMA AGÊNCIA DO SEU TAMANHO

Do mesmo modo que você suporta uma certa quantidade de clientes, uma agência de publicidade tem a mesma limitação.

Você tem uma empresa. Uma agência de publicidade é outra empresa.

Se a agência for pequena, e se mete a atender mais clientes do que consegue, alguma coisa vai dar errado:

  • Atrasos nos prazos; 
  • Má qualidade do serviço; 
  • Repetição de conteúdo; 
  • Foco errado nas criações; 
  • Repetição de conteúdo; 
  • Gasto desnecessário de tempo e dinheiro; 
  • Repetição sem fim da mesma coisa;

Um bom exemplo é restaurante com fila.

O dono do restaurante sabe que só pode atender 30 pessoas por vez.

Se ele tentar espremer 90 pessoas no salão vai dar problema, correto?

5) ACEITE UM NÃO COMO RESPOSTA

  • Se eu quiser construir uma pirâmide de cabeça para baixo é possível, mas não é recomendável. 
  • Se eu quiser instalar uma turbina a jato no meu carro é possível, mas não é recomendável. 
  • Se você escutar SIM, SIM, SIM, então, essa agência não é recomendada. 

Tudo é possível em tudo na vida. Só que nem tudo é recomendável.

Uma hora alguma coisa não é possível ou não é recomendada.

Em tudo na vida existe um NÃO, ou então dois.

Não faz sentido somente na internet só aparecer respostas SIM.

Desconfie de quem promete um mundo de vantagens.

Isso é cheiro de trabalho mau feito, ou de novato sem rumo.

Tem um jeito de saber se é preguiça ou se é realmente por um bom motivo, é perguntar:

-Me explique por que tal coisa não dá pra fazer?

Daí você precisa escutar uma boa explicação.

Mesmo sem entender o que ouviu, agora você tem meios de começar a verificar.

Afinal, uma agência precisa te explicar tudo, correto?

ERA SÓ ISSO?

Claro que não.

Isso foi só para que você aprender a desviar de armadilhas.

Agora que esse conceito ficou claro, vamos aos passos para fazer as pessoas comprarem de você pela internet.

Parece difícil, e que tem uma “mágica” diferente para usar em cada lugar.

Não é verdade.

Um exemplo: Se você aprende a dirigir, não interessa qual a marca do carro, você sabe dirigir.

Cada carro tem um ajuste nos pedais, só que todos vem com 3 pedais.
-Ah, mas carro automático só tem dois pedais.

E nem por isso você tem que tirar uma CNH diferente. Correto?

COMO COMEÇAR A VENDER PELA INTERNET?

Seus clientes estão comprando de um jeito diferente em 2018.

Suas ofertas não funcionam mais igual 10 anos atrás.

Você pode procurar, ir atrás deles, chorar bem alto e eles vão te ignorar.

Como isso acontece? Era para ser fácil. Pensa uma coisa:

O seu celular está bem aí na sua mão, o celular do seu cliente na mão dele.

Era pra ser super fácil. Mandou mensagem, ele responde na hora.

Só que não é isso que acontece, correto? Mudou uma coisa:

A pessoa do lado de lá tem o poder de, usando um dedo, ignorar você.

Você só vai evitar isso quando você mudar o tom do que estiver falando.

O que uma empresa “fala” para uma pessoa são as OFERTAS.

(Não estou falando de promoções. Isso vai ser assunto para outro dia)

Na internet, a maioria das pessoas se move em direção a um benefício.

Seja usando uma rede social, um site, um vídeo, sinal de fumaça, vender sempre é do mesmo jeito:

A pessoa de lá tem que entender sua explicação e escolher comprar de você porque vai sair melhor do que está agora.

E só tem cinco maneiras de tirar uma idéia da sua cabeça e passar para outra cabeça:

  1. Tato 
  2. Olfato 
  3. Audição 
  4. Visão 
  5. Gustação 

Exatamente, esses são os cinco sentidos.

Alguém sente o cheiro de almoço, a barriga ronca na hora.

Outro escuta uma música e lembra das férias que ela passou em Ubatuba.

Parece besteira, mas é uma idéia sendo transmitida e fazendo a pessoa se mover.

Ainda não clareou na sua cabeça? Deixa eu mostrar de outro jeito:

Agora imagine que você está abrindo uma embalagem de bombom.

O barulho da embalagem, você tem que puxar os dois lados, vem aquele cheiro de chocolate.

A textura do bombom nos dentes fazendo o som de CROCK, o sabor do chocolate na língua.

No final aquele pouquinho de chocolate que fica nos dedos e tem que limpar.

Você lembrou disso tudo porque o bombom passou pelos seus cinco sentidos.

E é assim que você precisa vender daqui pra frente: Envolvendo todos os sentidos do seu cliente.

Esse é o motivo da agência saber do que você está falando, para fazer isso direito.

Não existe um "esquema pronto" para vender coisas diferentes.

O que existe é o CONCEITO CERTO para fazer as coisas.

Acabei de falar um conceito, dos cinco sentidos.

Outro conceito: Um profissional de publicidade sabe que a missão dele é vender o seu produto.

O TIJOLO QUE ATRAPALHA AS VENDAS

Você já passou por isso, sem dúvidas.

Entra em uma loja, mostra para o vendedor o que você quer, está só esperando ele dizer quanto é.

-Não, o melhor é esse aqui, oh!

hein??? Não faz sentido.

Você quer um produto, vai pagar por ele, e o vendedor diz:

-Mas eu gosto é desse aqui, oh!

Ou quando você quer uma simples recarga de celular direto na loja.

E brota de uma rachadura uma vendedora falando de celular novo.

-Obrigado, hoje não vou...

Ela corta o que você está falando e mostra três celulares diferentes.

-Não, obriga…

Te corta de novo e puxa da manga da camisa um Smartphone que solta laser.

Provavelmente você sentiu uma agonia de ler essa história, correto?

O nome disso é TIJOLO.

É quando você não pediu, mas o vendedor está te mostrando, atirando uma oferta na sua cabeça.

Você também lembrou de uma vez que quis dar um berro para um vendedor desses.

É a lembrança de um TIJOLO que bateu na sua memória.

Eu chamo isso de TIJOLO porque o vendedor parece inquebrável.

Quanto mais forte você empurra, parece que ele volta com mais força ainda.

É sempre um saco achar alguém vendendo assim.

Você já viu negócios fechando porque os vendedores eram assim, correto?

Ninguém aguenta voltar num lugar desses. É irritante demais.

E adivinha? Na internet é igual. Se for chato, ninguém volta.

E pior, as pessoas acham o seu concorrente muito mais rápido.

O cliente não vai precisar andar, pegar ônibus, achar vaga de estacionamento.

Basta dar um clique, e acham o seu concorrente imediatamente.
IMPORTANTE: Na internet o seu concorrente é o:

  • Youtube; 
  • Facebook; 
  • Instagram;
  • Ou a grande rede lá de São Paulo que põe anúncios para todo lado; 

Hoje em dia ninguém suporta mais o TIJOLO.

Seus clientes estão comprando de um jeito diferente hoje em dia.

Eles sabem que tem jeito melhor de comprar o que eles querem.

E preste atenção nisso, porque “Melhor” não é mais o “Mais barato”.

Melhor é quando a pessoa sai melhor do que quando chegou.

Antes tudo o que vinha da China era baratinho, e quebrava rápido.

Eles tiveram que pular feito cabrito, melhorar tudo e agora estão mandando produtos de qualidade.

Até um chinês sabe: A resistência contra o TIJOLO nunca foi tão grande.

O TIJOLO deixa qualquer um puto. E se o cliente fica puto, ele nunca mais compra.

PORQUE TUDO MUDOU?

Antigamente um cliente era obrigado a engolir um TIJOLO, porque só tinha uma loja vendendo aquele produto.

Hoje tem um monte de empresas vendendo as mesmas coisas para todo lado.

Então, para vender na internet, tem que vender sem usar um TIJOLO na mão. Correto?

Como disse, você está a mercê de um clique e PUFF, seu cliente desaparece.

Literalmente um clique.

Antigamente tinha que anotar num papel o site, esperar sábado as 14 horas para acessar a internet.

Hoje, na rua e a qualquer hora, é possível procurar pelo que se quer rapidamente.

Antigamente não tinha “Google”, então todo mundo entrava em qualquer site.

Hoje vamos atrás das respostas das nossas dúvidas rapidamente, sem precisar esperar.

Então lembre da missão do seu negócio na internet:

Mostrar tudo o que o seu produto faz e fazer o cliente sair melhor do que quando chegou.

A outra missão é fazer o cliente voltar mais de uma vez.

Isso acontece quando o cliente passar pelo FUNIL DE VENDAS.

Não gosto de encher os ouvidos com esses termos muito fora do comum.

O médico tem os termos difíceis dele, o advogado também, o engenheiro…

A diferença é que eu falo português, e não preciso de palavras difíceis.

CONCEITO DE FUNIL DE VENDAS

De primeira, FUNIL não parece ter relação com INTERNET, nem com VENDAS.

Claro que vou explicar passo a passo cada item, e você vai pôr em prática rapidamente em seu negócio.

O conceito é o seguinte:

  1. Fale do seu produto para as multidões; 
  2. Desperte o interesse de muitos; 
  3. Mostre seu produto para vários; 
  4. Venda para poucos; 

1 - FALE DO SEU PRODUTO PARA AS MULTIDÕES

-Você acabou de falar para não cair nessa conversa.

Quando a agência é meia boca, acha que basta fazer o número de seguidores subir.

Mas agora você já sabe qual é sua missão na internet: VENDER.

Anunciar online é igual anunciar em uma revista, ou em uma rádio.

No final, a intenção é fazer a pessoa vir até você.

Para um anúncio VENDER, ele precisa:

  • Aparecer para o maior número de pessoas ao menor custo possível; 
  • Fazer a pessoa imaginar como o SEU produto vai fazer ela ficar melhor que está gora; 
  • Fazer ela entrar em contato com você o mais rápido possível e comprar; 

Lembra que vender é fazer uma ideia sair da sua cabeça e ir para a cabeça do cliente, correto?

A falha da grande maioria é confundir “aparecer” com “falar”.

Nesse momento o cliente não está em contato direto com você.

“Aparecer” não quer dizer nada. Jogar um TIJOLO no vidro te faz aparecer. Isso dá em nada.

“Falar” faz o processo de venda começar, porque a pessoa vai descobrir que você tem o que ela quer.

Então, é necessário que um anúncio cumpra esses três passos por você.

Não apenas um, ou apenas dois. Precisa ser os três passos.

Se você anunciar o seu produto ou serviço, pode acontecer duas coisas:

UM: A pessoa não mostra interesse, segue a vida dela, e você não perde tempo nem dinheiro.

ou

DOIS: A pessoa mostra interesse e você começa a falar com essa pessoa.

O importante nesse primeiro passo é aparecer para quem quer comprar o seu produto.

Se uma pessoa vai embora, fica tranquilo.

Se você ficar empurrando eternamente uma coisa para quem não quer, vai perder tempo e dinheiro.

A consequência disso é parecer um TIJOLO.

Ficar lá, mandando foto de “bom dia” não vai ajudar a vender nada.

Pedir o tempo todo para “curtir” qualquer besteira não vai ajudar em nada.

Veja quantos panfletos estão jogados pelas ruas. Significa uma coisa:

Não é só fazer um anúncio “aparecer” por aí que as pessoas vão vir, correto?

A pessoa que mostrar interesse no seu produto vale a pena investir o tempo e manter o contato.

2 - CONQUISTE O INTERESSE DE MUITOS

Então você passa para o passo seguinte, que é começar a conversar.

Primeiro chamou a atenção da pessoa, então ela veio até você. Correto?

Aqui é que muitos falham, pois já atropelam tudo e tentam fechar a venda.

Se a pessoa chegou batendo o martelo, tudo bem, feche a venda. Fácil fácil.

Só que aquela que chega fazendo perguntas, querendo detalhes, aí o trabalho é diferente.

Aqui duas coisas podem acontecer:

UM: A pessoa entende e passa da curiosidade para o próximo passo.
ou

DOIS: Ela enche você de perguntas e mais perguntas.

O SEGREDO PARA TER UM CLIENTE FIEL

Para fazer a pessoa passar para a próxima fase, vai precisar da boa e velha conversa.

Com o planejamento correto você vai além disso e pode conquistar um fã.

Não tem nada a ver com ser famoso, com Curtidas… Nada disso.

Nessa fase de conversa você pode se transformar em uma autoridade no assunto.

Se o que você explicar fizer todo o sentido, se for único, envolver os cinco sentidos...

Tenha certeza que iniciou uma indicação boca-a-boca junto da sua venda.

Nessa fase a pessoa tem que compreender que:

  • Só com você vale a pena; 
  • Você faz melhor que qualquer outro; 
  • O jeito que você explicou é o jeito certo; 
  • O que você tem faz ela sair melhor do que quando chegou; 
Sem uma boa explicação, não vai ter essa ligação.

VOCÊ É AUTORIDADE NA CABEÇA DO SEU CLIENTE?

Um exemplo: O Drauzio Varella é um médico que ficou conhecido pelas suas explicações na TV.

Ele explicava sobre prevenção de doenças, e procedimentos de primeiros socorros.

Ele sabia mostrar passo a passo, explicar detalhes e propor soluções.

Se ele aparecer na TV falando para que você se prevenir de uma doença, provavelmente vai acreditar.

Isso porque ele estabeleceu uma imagem de autoridade na saúde para o público dele.

Se o Pelé aparecer na TV falando sobre saúde, quase ninguém vai dar a mesma atenção.

Na nossa cabeça, Pelé é uma autoridade do esporte, e Drauzio Varella que é autoridade da Saúde.

O QUE VOCÊ REALMENTE PRECISA COLOCAR NA INTERNET

Duas palavras: Conversa e Explicação.

Não escreva nada parecido com “você tem que comprar”.

Escreva ao invés “Como a sua vida vai ficar melhor com o que estou mostrando”.

Conversar e explicar tudo para seu cliente pode levar um tempo, eu sei.

Mas na internet isso não é problema.

Na internet aquilo que você publicar vai ser lido várias vezes, correto?

Uma foto pode fazer a pessoa imaginar o produto em suas mãos.

Um vídeo explicando passo a passo, pode ser assistido diversas vezes.

Com a vantagem de você não precisar estar lá, pessoalmente.

E com uma vantagem (maior ainda) de poder ser enviado para outras pessoas.

Você recebe coisas no seu celular? Provavelmente sim.

Umas você gosta, outras você não gosta. Mas quem te mandou usou apenas um dedo.

Isso só aconteceu porque quem mandou GOSTOU. Correto?

Por isso preste bastante atenção no que vai publicar na internet.

Precisa ser bom. Se for, um dedo vai enviar você para os amigos dele.

Senão, um dedo e você desaparece por um bom tempo. PUFF...

Se a conversa for realmente boa, você conquista um fã e inicia o boca-a-boca digital dessa maneira.

Toda vez vão indicar o que você publicou.

3 - CONVENÇA VÁRIOS

Agora digamos que a pessoa passou da fase de conversar para a fase de falar SIM ou NÃO.

Aquele espaço antes da pessoa abrir a carteira.

Uma resposta SIM ou um NÃO dependem exatamente do conforto e da confiança que você passou até aqui.

Só vai confiar em você quem sabe que vai sair melhor do que entrou.

Na sua explicação a pessoa vai se sentir mais confortável com você.

Por isso é importante se apresentar como alguém dedicado a resolver todos os problemas.

Aquele vendedor TIJOLO só quer o seu dinheiro. Seu problema não tem importância.

O vendedor TIJOLO só quer que você “ande logo, e me dá a droga do dinheiro”.

Já está mais do que compreendido que isso é ruim, correto?

QUE BOM QUE VOCÊ LEU ATÉ AQUI

Se você conseguir convencer uma pessoa de que ela é importante, BINGO.

Se você conseguir convencer uma pessoa de que pode confiar em você, BINGO.

Se você convencer a abrir a carteira, conquistou a confiança,e adivinha? BINGO.

Se isso acontecer na internet, você também conquistou espaço na mente dessa pessoa.

-Ah, mas tem tanta porcaria na internet.

Sim, exatamente. E quando você encontra uma coisa boa até quer soltar foguetes.

Você quer indicar para todo mundo, correto? Um dedo no celular e pronto.

Adivinha? Seu cliente também.

Ficar famoso? Não, nem perto disso. Pagar os boletos todo mês? Ai sim.

Não tem como controlar essa indicação. Uns vão falar de você bastante, outros quase nunca.

Daí o “Convença vários”.

Para não ficar muito confuso, deixe te mostrar de outra forma.

RESUMINDO O FUNIL DE VENDAS

Igual a um funil, a parte de cima o fluxo é maior, e na parte de baixo é menor.

  • 800 pessoas viram seu anúncio; 
  • 200 querem mais detalhes; 
  • 40 escutam tudo até o final; 
  • 8 compram; 

Pareceu ruim? Te deu agonia?

Lembre-se: que muitas pessoas passam na calçada da frente.

Somente algumas pessoas param e olham a vitrine e a placa.

Dessas pessoas, somente algumas vão entrar e pedir o cardápio.

E dessas somente algumas fazem um pedido.

Seja na internet ou na vida real, os números são semelhantes.

4 - VENDA PARA POUCOS

Eu sei que a frase “Venda para poucos” vai contra o seu instinto. Correto?

Tem aquela história do menino que ficou 40 minutos ajudando uma senhora a atravessar a rua.

Foi bem complicado. Ela dizia que não, e que não… mas com muito custo ela atravessou.

Quanto mais vendas, melhor. Correto?

Sim, quanto mais VENDAS. E não “quanto mais pessoas melhor”.

Pra que você perde tempo tentando empurrar produtos para quem não quer comprar?

Ao invés de lutar para empurrar todo tipo de gente para dentro, que tal Convidar à voltar?

Com o tempo você vai ver que mais ou menos as mesmas pessoas voltam de novo e de novo.

Esse é o grupo de clientes que você vai atender por mais tempo.

Você não chamava eles assim, mas esses são os verdadeiros fãs.

Selecionar esses é fácil. São os que sempre pagam, geralmente, felizes da vida.

UM EXEMPLO


Hamburguer é um lanche individual. Só quando a pessoa está sozinha que come.

Ao invés de lutar para ela comer o X-TUDO  de novo, que tal vender outro sabor?

Pizza é uma refeição para várias pessoas. Insistir para que um volte? Não.

Que tal oferecer mais opções para a "galera" se reunir?

Daí que volto a falar das OFERTAS, no plural.

Durante o ano todo você pode trabalhar sua comunicação com esses clientes, mantendo todos por perto.

Fazendo tudo certo, seus clientes, mesmo não comprando, vão passar o que você disse para frente.

Você é da confiança deles, e você os trata tão bem.

TUDO IGUAL COM NOMES DIFERENTES

Me permita facilitar sua compreensão sobre como vender na internet.

Eu disse agora a pouco, quando expliquei o funil de vendas, o seguinte:

  • 800 pessoas viram seu anúncio; 
  • 200 querem mais detalhes; 
  • 40 escutam tudo até o final; 
  • 8 compram; 

Se isso fosse na vida real, seria descrito assim:

  • 800 pessoas passam pela calçada; 
  • 200 pessoas param para ver uma placa; 
  • 40 entram querendo olhar o cardápio; 
  • 8 compram; 

Pois bem. Significa que a sua loja virtual é uma versão digital do que você tem na vida real.

  • A Rua no mundo digital é a Rede Social
  • A Vitrine no mundo digital é Seu Site
  • O Vendedor no mundo digital é A explicação que estiver no seu site
  • O Pagamento no mundo digital é com Cartão de crédito

Se você ainda não fazia essa ligação entre essas coisas, PARABÉNS.

Você acaba de ficar à frente de diversos amadores e recém formados da faculdade.

Não é usando “um esquema” que se entende isso.

Muito menos falando jargão complicado.

Mas sim com o Umbigo no balcão, apertando as mão e conversando com o cliente. Correto?

A boa e velha conversa de vendedor agora vai para o mundo digital e pode ser indicado mais fácil.

A ESCADA DO VALOR


Quem come uma refeição, pode pedir uma sobremesa.

Quem come uma vez pode voltar para experimentar os outros sabores.

O cliente que contrata um serviço, vai precisar de outro depois.

O cliente que compra um produto, pode precisar de outro depois.

Seja manutenção, uma peça que se quebra, uma melhoria que pode ser feita.

Tudo isso cria uma escada do valor.

O primeiro degrau é a primeira compra. O segundo degrau é a segunda compra.

Depois disso você DEVE continuar a conversa.

Sim, depois de estabelecer o primeiro contato, devemos continuar a conversar.

E se isso ainda não clareou em sua mente, entenda assim:

COMPLETE O QUE A PESSOA JÁ TEM


  • Se você é advogado, primeiro ganhe uma causa. Depois, fale de se preparar para uma situação futura. 
  • Se é médico, primeiro trate a doença. Depois fale de prevenção e tratamento contínuo. 
  • Se é personal trainner, ajude a pessoa a ter boa forma. Depoi estimule a praticar um esporte. 

Compreende a lógica aqui?

Um serviço, depois outro, depois outro. Melhorando a experiência.

Um produto, depois outro, depois outro. Um complementando o outro.

O cardápio tem mais de um sabor. Não fique falando sempre do mesmo sabor.

Você faz mais de um serviço, não tente fazer duas vezes a mesma coisa.

SEU NEGÓCIO JÁ ESTÁ NA INTERNET?

Realmente, dizer NÃO quando te perguntam isso está mais difícil hoje.

O computador não chegou para todas as famílias lá nos anos 1998.

Hoje, 2018 o celular chegou em todas as famílias, do mais novo ao mais velho.

São 12 Milhões de smartphones ativos nesse momento no Brasil.

Sem dúvidas, pelo menos 12 deles estão nas mãos de alguém que quer comprar o que você vende.

Outros tantos nas mãos dos seus clientes.

Outros nas mãos dos amigos dos seus clientes.

Depois de ler isso tudo, que fique um importante resumo:

  • Para o cliente pedir pelo seu produto, ele precisa entender que vai terminar melhor do que antes; 
  • O cliente precisa pedir pelo que você oferece, sem você tentar empurrar nada; 
  • Um cliente pode sair sem comprar, e mesmo assim ser conquistado por você;
  • Um cliente pode ser perdido para sempre se você soar chato demais; 
  • Uma pessoa pode comprar de você, porque um amigo indicou você; 
  • A internet é apenas uma versão digital do nosso mundo real; 

Esse processo leva tempo, assim como tudo o que é bom na vida.

O principal componente é a comunicação. Não outra coisa, apenas comunicação.

Esse é o modo como uma ideia sai da sua cabeça e vai parar na cabeça do seu cliente.

A boa e velha conversa de vendedor agora foi parar na mão do seu cliente.

Afinal, não é difícil fazer uma venda na internet.

Se não clareou ainda, o processo será:

  • Você mostra para vários aquilo que você tem; 
  • Pode mostrar usando redes sociais, vídeos, anúncios, entre outros; 
  • Depois trás essa pessoa para um site, de preferência, e explica como ela vai ficar melhor com seu produto; 
  • Só depois disso, fecha a venda e repete, mostrando outras coisas que você tem; 

E se você perdeu a revolução digital em 1998, ainda dá tempo.

Todos os dias centenas de sites novos aparecem e tentam disputar a atenção das pessoas.

Mas somente uns poucos conquistam a confiança dos clientes.

Uma grande parte está atirando TIJOLOS, outros tantos sendo CHATOS.

SE DESTACANDO NO MEIO DESSE BARULHO


Descrevendo assim parece tudo difícil.

Mas você continua recebendo coisas no Whatsapp, e joga fora no final do dia.

Vê só algumas coisas no Facebook, e ignora outras.

Vê só algumas coisas no Instagram, ignora outras.

Agora pense em quem você segue diariamente, e que quando aparece, você fica feliz em ver.

Essa pessoa está fazendo uma comunicação muito boa, deixando você melhor do que estava antes.

Pode ser qualquer coisa, de humor a culinária, ou de ciência até moda.

Aquele assunto que você adora falar sem parar.
Então, que tal você trabalhar a sua comunicação para ser essa coisa boa para alguma pessoa?

Que tal se tornar uma autoridade para as pessoas que estão fugindo dos tijolos da internet?

Que tal ter pessoas te indicando para os amigos deles?

QUANDO PARECE DIFÍCIL COMEÇAR


Eu lembro que a primeira vez que usei um computador, puxei a tomada direto quando terminei.

Em nossa vida, tudo tem uma curva de aprendizado.

Um tempo entre “desconhecer” e “aprender a fazer” leva um tempo.

Igual ao que você já faz hoje, e um dia foi aprendiz. Correto?

Se você leu até aqui, compreendeu como se esquivar de armadilhas e o mínimo que deve compreender para começar.
Só que isso é um trabalho que dura o ano todo.

Aquilo que você faz todo dia na internet te deixa relevante para seu cliente.

Senão PUFFF…

Não, não é “frase motivacional”, nem “Bom dia”, e por favor nunca mais o TIJOLO.

Provavelmente o seu forte não seja todo esse negócio de internet e tal.

Entendeu esse artigo aqui, mas ainda se sente perdido.

Boa notícia. Seus concorrentes também estão perdidos.

O principal motivo de escrever esse artigo é que sei o potencial que seu negócio tem na internet.

Mesmo sem saber ainda quem é você, ou o que faz o seu negócio, posso apostar que seus concorrentes estão tornando tudo fácil.

Muitos dos seus concorrentes são “malas” o suficiente para serem ignorados na internet.

Outros neeeem estão preocupados ainda. Pleno ano de 2018!!!

AQUI ESTÁ COMO CONSEGUIR AJUDA GRÁTIS


Sem nenhum custo, eu lhe entregarei um relatório completo para usar como bem entender.

Você clica aqui, e será direcionado a um formulário.

Aqui no blog eu falo de maneira geral, transmitindo o conceito.

Mas a SUA vitrine merece um ajuste nos detalhes como:

  • Onde o seu negócio pode chamar atenção mais rápido; 
  • Como aproveitar as brechas do seu mercado; 
  • O que os concorrentes já estão fazendo; 
  • Qual deles está cometendo erros; 
  • Quais erros você pode explorar; 

Se gostaria de ver seu negócio vender mais usando a internet, saiba que o dobro nas vendas é comum.

-Nossa, O dobro é muito grande. Parece até mentira.

Se você tivesse 5 mil clientes ao mês, tudo bem.

Só que se você atende aquelas 40 pessoas ao mês, o dobro são 80 novos clientes.

Nada absurdo de alcançar, correto?

Esses novos clientes só estão esperando um motivo para ir comprar no seu negócio.

Seu negócio pode crescer muito com algumas poucas ações bem planejadas.
O motivo sempre é: Sair melhor do que entrou.

Um site, por exemplo, precisa de pouca manutenção.

É um investimento que dura muito e atrai clientes 24 horas.

E ainda por cima, uma comunicação bem planejada pode GRUDAR seu nome na mente do cliente.

Não é enchendo ele de efeitos, fogos de artifícios, cores… Que bobagem.

Nada de repetir as coisas nas redes sociais, feito um papagaio. Outra bobagem.

Por isso, eu prefiro atender EMPREENDEDORES comprometidos.

Pessoas que já tem a confiança de pelo menos 150 clientes, pessoas que que já suaram para chegar até aqui.

Pessoas que sabem que não é sacudindo coisas brilhantes por aí que se atrai clientes.

Costumo trabalhar com empreendedores que estão mudando de estágio no seu negócio.

Quando estão sentindo que podem crescer um pouco mais, e a internet é a nova fronteira.

E meu trabalho é ajudar seu negócio a crescer nessa internet.

Para tal, farei a análise para o seu negócio, sem custos, por dois motivos:

UM: Quero conhecer mais empreendedores que pensam assim, e manter contato.

DOIS: Desses, alguns eu poderei atender pessoalmente e farei o serviço por elas.

Por isso, te convido a tomar uma decisão já para conquistar seu espaço na internet.

Clique aqui, e nos falamos em breve.

Um forte abraço,

Felipe Trombini